arrow
fazer scroll
Mapfre  PRESENTA

Os sonhos só existem por uma razão: para serem realizados.

Porque tudo é possível, por mais impossível que pareça; sem importar o tamanho que tiver essa meta ou sua distância. Porque quando confiamos em poder realizá-los não há nada que nos impeça de torná-los realidade.

 

Sandro

 ·

Projetar os aviões que voarão no futuro quando se tem vinte e poucos anos é um sonho gigantesco, mas não inatingível. Foi isso que Sandro conseguiu. Um jovem brasileiro que desde os três anos procurava aviões no céu e que se empenhou até fazer parte de uma das equipes de projetistas de aeronaves mais importantes do mundo.

“Eu só sonhava com poder voar e terminei ajudando todas as pessoas a fazerem isso também.”

voltar

 

Luciana

 ·

Luciana é arquiteta, também é engenheira aeroespacial e desde pequena sonhava criar vida em Marte. Bastou escutar que isso acontecia somente nos filmes, para provar o contrário. O que para muitos parecia ser impossível, trabalho duro e esforço foram as chaves para atingir sua meta.

“Quando você é criança, sonhar com criar vida em marte é possível. Quando você cresce, tornar isso realidade também é.”

voltar

 

Germán

 ·

Além de ser palestrante e treinador, Germán foi o primeiro mexicano a participar dos Jogos Olímpicos de inverno. Mesmo sem poder treinar na neve, isso não o impediu de se dedicar plenamente ao Cross Country, uma difícil modalidade de esqui. Sua filosofia de vida? Treinar duro para alcançar sua meta.

“Participar das Olimpíadas de Inverno? Mesmo sem nunca ter visto a neve antes, sim, é possível!"

voltar

 

Wendy

 ·

Quem disse que aos 67 anos não poderia tornar-se uma referência do fitness? Pois Wendy Ida se tornou. Uma história de superação desta americana, que aos 43 anos deixou para trás sua cidade e seus amigos para enfrentar o maior desafio de sua vida: voltar a ser ela mesma e fazer história curtindo sua verdadeira paixão, o esporte

“Nunca é tarde para começar do zero e bater um recorde mundial.”

voltar

 

Óscar

 ·

Deixar tudo para trás e dar uma virada radical em sua vida? Foi o que aconteceu com Óscar. Ele abandonou seu terno e gravata na Espanha e partiu para uma viagem pela Colômbia, Índia e África para vivenciar o mundo do voluntariado na pele. No caminho, e só com uma mochila, resolveu dedicar seu tempo aos demais. Foi assim que ele fundou o Hola Ghana, um projeto onde o querer venceu o poder.

“Quando eu conto que minha vida mudou por cantar uma canção de ninar, ninguém acredita em mim. E você?”

voltar